Artesanato da MadeiraTextil

Bordado da Madeira

Este belo bordado é natural da Ilha da Madeira, sendo produzido desde o século XV, este era destinado à decoração do vestuário. Mais tarde, este passou a ser comercializado fora da Madeira, tornando-se assim numa produção importante na economia das famílias madeirenses. A utilização desta técnica é muito comum nas toalhas de mesa, nos vestidos, camisas e lençóis, todos estes produzidos à base de seda ou algodão. Estas peças passaram a ser vendidas principalmente ao Reino Unido e à Alemanha. Depois de este produto ser tão procurado no mercado inglês, a sua produção cresceu, sendo agora produzido por toda a ilha. “Elisabeth Phelps” impulsionou a produção do Bordado da madeira por ter fundado, dentro da sua casa, uma escola, em que ensinou desde crianças a mulheres a bordar. Robert e Frank Wilkinson, descendentes de Miss Phelps, elevaram a exportação para Inglaterra ainda mais do que a sua progenitora teria conseguido. Com tudo isto, em 1860 já havia cerca de 70,000 habitantes na madeira. Actualmente, o Bordado Madeirense continua a ser uma das actividades económicas mais importantes, isto tudo sem perder a sua autenticidade, pureza e beleza.

Os principais artesãos destas peças são mulheres e crianças, que produzem os artigos em tempos livres, embora que no antigamente os bordados fossem o ganha-pão de inúmeras famílias madeirenses. Este bordado era inicialmente feito com linha branca baça, sobre algodão. Mais tarde esta arte adaptou-se à produção de bordados não só à base de algodão e linha branca baça, passando assim a ser também usada a seda e a linha castanha. Esta arte tem perdurado derivado à sua procura, e ao facto de ser sucessivamente ensinada ao próximo. Podemos dizer que esta cultura não está só em boas mãos, mas está também no caminho correcto!

Encontre esta peça de artesanato na nossa loja

Visitar