Artiroots

Colchas de Castelo Branco

Foi no século XVI que surgiram as colchas bordadas de Castelo branco, destinadas a cobrir as camas dos noivos. Após o casamento as colchas eram eternamente guardadas em arcas. Nelas encontramos vários tipos de enfeites como, a albarrada ou dois pássaros. Esta é uma arte coberta de beleza e sentimentos.

Bordados das Caldas da Rainha

Este tipo de bordado nasceu durante o reinado de D. João II e D. Leonor. Incentivadas pelos bordados vindos da Índia, as mulheres das redondezas dedicavam o seu tempo à aprendizagem e ensinamento da produção destas peças. Estas peças eram feitas à base de linho.

Bordado de Guimarães

Este artesanato conhecido por todo o país, ganhou fama derivado à sua beleza. Originalmente as peças eram produzidas à base do linho, que sempre fora muito presente nas redondezas. O artesãos produtores destas peças usam 18 pontos de bordar diferentes, optando por vários consoante o que desejam produzir.

Bordado de Terras de Sousa

Esta arte nascida no porto é requintada em beleza e originalidade. Na sua produção são usados vários tipos de pontos, entre eles estão os pontos: espinhas; crivos; bainhas; pontos reais, adamascados ou pontos de fundo.

Capas de Honras Mirandesa

Em Miranda diz-se que há nove meses de inverno e três de inferno, isto devido à irregularidade do presente clima, ou estava demasiado calor, ou frio em demasia. Com isto nasceram as Capas de Honras, criadas com o propósito de proteger os pastores e guardadores de vacas.

Bordado da Madeira

Esta arte é muito praticada por crianças e mulheres, que dedicam do seu tempo livre para produzir belos bordados. Estes são feitos à base de algodão, seda, e linha castanha.